jump to navigation

As Mais Prolíficas do Mega 4 04America/Bahia agosto 04America/Bahia 2018

Posted by bluepasj in LISTAS.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Nessa postagem feita por mim em colaboração com o comando Ctrl + F do computador, venho lhes comentar as empresas que mais desenvolveram jogos para o 16-bits da Sega. Acho interessante notar que muitas das que lançaram os melhores jogos nem aparecem aqui, mostrando que quantidade e qualidade nem sempre andam juntas (mas às vezes sim).

307087-sega-logoSega – A Sega já ganhou um post só dela aqui no blog, A Poderosa Sega, pois não é apenas a produtora do console ao qual este se dedica, como também da grande maioria dos seus melhores jogos. E quando não era a desenvolvedora, era a publisher, a editora que os publicava. Ela era incrível, produzindo jogos de todos os gêneros que existiam e lançando jogos de qualidade e em quantidade.

AM7 – Dentre os estúdios da Sega, alguns se mostram mais prolíficos do que outros, como é o caso do Overworks, ou AM7.  Ele ajudou na produção de alguns dos melhores jogos do console, como Castle of Illusion, Golden Axe e Phantasy Star II, III e IV, por exemplo.

Road Rash 2 (UEJ) [!]000EA – A Electronic Arts só não é tão impressionante quanto a Sega por que quase todos os seus jogos são de um só gênero: esporte. Ainda assim, a quantidade é massiva e muitos tem excelente qualidade, sendo alguns dos melhores jogos de esporte de sua época, e pioneiros do gênero. A EA não apenas suportou o Mega Drive, como também foi um dos fatores decisivos em seu sucesso.

HighscoreProductions_logoHigh Score – A High Score Entertainment ou High Score Productions foi uma empresa subcontratada para desenvolver vários jogos da EA, tendo um total de 19 produções, sendo Jungle Strike uma delas.

300px-Koei_logo.svgKoei – Eu não esperava que a Koei tivesse tido esse impacto, já que era uma empresa de jogos de estratégia e era um gênero não tão popular no ocidente, onde o MD fez a maior parte de seu sucesso. Especialmente não era tão popular em consoles de mesa, fazia mais sucesso nos PCs. Ela foi desenvolvedora e publisher de todos os seus 15 jogos no MD.

ProbeProbe – Responsável por 17 jogos, entre eles Alien 3 e os ports dos dois primeiros Mortal Kombat. Não era uma dev tão talentosa, mas não era das piores também. Nenhum dos seus jogos está entre os mais bem feitos, e nem quando trabalhou com uma série tão afamada quanto MK fez um trabalho melhor.

KonamiKonami – Apesar de eu particularmente achar que ela podia ter feito mais, preciso comendar o trabalho dela no Meguinha. Ela criou alguns de seus melhores jogos, nomeadamente Contra Hard Corps, TMNT Hyperstone Heist, Rocket Knight Adventures e Castlevania Bloodlines. E não apenas desenvolveu jogos próprios, como publicou ela mesma todos eles, e ainda alguns de outras desenvolvedoras, como Zombies Ate My Neighbors da LucasArts e International Superstar Soccer Deluxe da Factor 5.

Bluesky_logoBlueSky – Com 17 jogos no catálogo, todos publicados pela Sega de alguma forma, alguns são jogos de esporte, outros são Jurassic Park e dois são Vectorman. Era um estúdio americano de alta qualidade, apesar de terem feito o horrendo jogo da pequena sereia (Ariel The Little Mermaid).

300px-Tengen_logo.svgTengen – Não é um nome que você instantaneamente reconhece, o que já fala muito da qualidade de seu portfólio. Se trata de uma subsidiária da poderosa Atari que fazia partes de seus jogos, bem como games para outras publishers (como a Sega). Jogos terríveis como Awesome Possum, do qual não me canso de falar mal, foram feitos por ela. Ela nem tem tantos jogos desenvolvidos assim, mas publicou seus jogos e alguns de outras desenvolvedoras também. Foi ela quem publicou, por exemplo, Hard Drivin’ da Sterling Silver Software. Entre os jogos desenvolvidos por ela mesma, destaco Paperboy 2.

CALENÁRIO-NAMCO1Namco – A gigante Namco também foi prolífica fazendo jogos como Splatterhouse 2 e 3 no Meguinha. Desenvolveu cerca de 15 jogos e publicou cerca de 18, de vários gêneros diferentes, sendo que alguns deles (Nadia) ficaram apenas no Japão.

Accolade_logoAccolade – Esta queria tanto lançar jogos para o Mega Drive que fez engenharia reversa no mesmo e foi processada pela Sega. Apesar da Sega ter vencido nas cortes, a Accolade venceu na apelação. Não fez tantos jogos assim, mas publicou mais de 20. Não era tão boa também, mas destaco dela Combat Cars como dev e Zero Tolerance como publisher.

320px-Sunsoft_logoSunsoft – Essa também não foi tão prolífica como dev, mas lançou vários jogos, incluindo os da Iguana Entertainment.

Sculptured_logoSculptured – Essa dev excelente foi quem fez os ports de MK3 e UMK3 para o MD. Ela também é a dev por trás de Pac-Mania, The Punisher, Wrestlemania The Arcade Game e outros 11 games.

250px-virgininteractive_logo.pngVirgin Games – Essa atuou mais como publisher, lançando jogos ótimos de empresas como Delphine Software e Core Design, entre outras. Mas fez parte da produção do aclamado Disney’s Aladdin e também produziu Global Gladiators e Robocop vs. Terminator.

300px-Taito_Logo.svgTaito – Outra que atuou mais como publisher, e lançou vários jogos, inclusive foi dev em alguns. Seu portfólio tem jogos bons e ruins, mas nenhum que se destaque muito.

Fontes: Wikipedia
SegaRetro

Empresas e seus Jogos 28 28America/Bahia maio 28America/Bahia 2011

Posted by bluepasj in INUTILIDADES, LISTAS.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

Capcom: A Capcom meio que tinha um acordo com a Nintendo. Mas usou de vários meios pra burlar esse acordo. Por exemplo, sendo a Sega a adaptar alguns games para o MD. Para o Meguinha a Capcom lançou dois games de sua mais aclamada série no momento, Street Fighter 2. Também teve o ótimo jogo de guerra Mercs, que ficou só no Mega mesmo e era uma adaptação de arcade. E teve o Mega Man Willy Wars, remake dos Megaman de Nes.

Konami: Sempre foi uma das melhores no que faz. O mega recebeu dela Contra- Hard Corps, uma versão de Contra que tem muitas coisas que nenhuma outra tem. O mascote Sparkster –Rocket Knight Adventures, em sua melhor forma. As tartarugas ninjas, com um jogo de luta e um beat’em up. Castlevania –Bloodlines, outro jogo que tem muitas coisas que nenhum outro na série teve, como menos censura, por exemplo. E International Superstar Soccer Deluxe, de futebol. Clique aqui para ver um vídeo com os melhores clássicos da Konami no MD.

Treasure: A Treasure foi a que mais se aproveitou das qualidade do console. Teve o inacreditável Gunstar Heroes. O McDonald’s Treasure Land Adventure, um jogo de aventura platformer com Ronald McDonald. Teve o mascote Dynamitte Headdy, bastante impressionante. Light Crusader, um RPG/Ação com gráficos medianos e todo o resto acima da média. E YuYu Hakusho Maykyo Toitsusen, que foi um jogo de luta excepcional. E o Alien Soldier, um jogo de tiro dificílimo e tão frenético quanto Gunstar. Clique aqui para ver um vídeo com os jogos da Treasure.

Sega: A própria Sega foi uma das empresas que mais investiu no Mega (claro). E pode-se dar mérito a ela por ser uma das principais mantenedoras do seu videogame. Só a série Sonic já faz dela o grande trunfo da caixa-preta de 16-bit. Outras franquias foram Shinobi, Golden Axe e Streets of Rage. Esses 4 games podem ser considerados o quarteto de ouro do Mega. A Sega ainda lançou o irreverente Toejam e Earl (outro jogo engraçadinho, que ficou só no Japão, foi Rent-a-Hero). Comix Zone, Vectorman, Eternal Champions… . Ela fazia todo tipo de jogos muito bem. De corrida teve Super Monaco GP. De RPG teve Phantasy Star e Shining Force. Foi a Sega quem adaptou o pato Donald e fez um dos melhores jogos que ele já teve, Quackshot, assim como a série Illusion, do Mickey. Ristar e Ecco são só dois outros personages fantásticos criados pela Sega.

Disney: Criados ou não pela poderosa dos desenhos, os personagens Disney marcaram presença aqui. Não só tivemos Quackshot, World of Illusion e Castle of Illusion, como muito mais. Teve Beauty and the Beast (A Bela e a Fera, duas versões, uma da bela (Belle’s Quest) e da fera (Roar of the Beast)), Pinocchio, Pocahontas… e esses são os mais desconhecidos. Teve Lion King, um múltiplataforma muito bom. E o ótimo Donald Duck in Maui Mallard. O também ótimo Mickeymania. E Aladdin, que foi aclamadíssimo à época. The Jungle Book (O Livro da Selva) também ficou ótimo como jogo.

EA: A Electronic Arts foi, junto com a Sega, um dos mais importantes motivos para o sucesso do console. Com seus jogos de esportes, tão valorizados nos EUA. E também, os temas fora-da-lei e levemente imorais… . Podemos nos lembrar de Skitchin e Road Rash como seus maiores. Teve também a série Mutant League, com dois jogos: um de hockey e um de football. E o não-tão-bom-assim mascote James Pond. Além de BOB, outro mascot. Teve ainda a série de futebol Fifa Soccer.

Namco: Não fazia muitos jogos àquela época. Dela temos Splatterhouse. E Weaponlord, de luta. E um Pac-Man.