jump to navigation

O Maligno Guia de Phantasy Star II 14 14America/Bahia abril 14America/Bahia 2018

Posted by bluepasj in GENESISTÓRIAS.
Tags: , , ,
trackback

a guide to rule all

Em 1990 era lançado Phantasy Star II no ocidente. Hoje aclamado como um dos melhores RPGs já feitos, a crítica não o recebeu tão bem nos Estados Unidos. O motivo? Um guia do jogo que vinha, gratuitamente, junto com ele. Isso é surpreendente, mas o fato é que para a revista Electronic Gaming Monthly a Sega “arruinou” Phantasy Star II oferecendo um guia grátis. Um dos reviewers até suplicou à Sega que não punisse os proprietários de Mega Drive mais: “Não, não, estou suplicando que vocês NÃO coloquem os jogadores de Phantasy Star 3 na mesma situação!” disse ele. Mês após mês os editores da EGM falariam contra a decisão da Sega, dizendo: “Por quê [a Sega] não lança o livro alguns meses depois do cartucho? (..) Você poderia até ganhar uns trocados com os jogadores que sentem necessidade de trapacear”. O reviewer dramático anterior termina dizendo: “arruinar Phantasy Star 2 não foi ruim o suficiente, agora até [Sword of] Vermillion vai passar pela mesma punição?”.

Na verdade, o motivo da existência desse guia junto com o jogo é uma decisão de marketing. RPGs eram até o momento um gênero incerto no ocidente, desconhecido da maioria dos jogadores e um gênero de jogo mais lento do que o comum. Além do mais, devido a custos de tradução maiores que o de outros tipos de jogos e necessidade de bateria para salvar dentro dos carts, eram mais caros do que outros jogos. Por isso Al Nilsen, o gerente de marketing da Sega of America à época, decidiu adicionar valor ao produto e incentivo para iniciantes no campo dos RPGs e adicionou o guia junto no pacote.

Mas as revistas não perdoaram e até deram notas menores ao jogo por esse motivo tão fútil. Isso fizeram os críticos da Mega Play, uma revista irmã da EGM focada especificamente na Sega. Fizeram-no com pedidos de desculpas à Sega por que “este grande RPG podia ter nota maior se vocês não tivessem novamente incluído essa @$#&% desse livro detonado”. Outro crítico perguntou: “O que a Sega vai fazer a seguir, incluir um tutor privado com [Phantasy] Star 3?”. O mesmo crítico mais tarde, sobre Sword of Vermillion, diz que é um “RPG legal que infelizmente é estragado pelo livro de trapaças grátis”.

Quando Phantasy Star III saiu, o livro de estratégia foi lançado separado e isso foi mencionado em alguns reviews das publicações da editora Sendai (como a Mega Play) como um dos motivos de uma nota alta, e PSIII é o PS mais bem avaliado dos quatro PSs nas publicações da editora.

Fontes: DefunctGamers
Sega-16

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: