jump to navigation

Entrevista com os produtores de Ranger-X 24 de outubro de 2016

Posted by bluepasj in GENESISTÓRIAS, Traduções.
Tags: , , , ,
trackback

Esta entrevista apareceu primeiro nas revistas Dengeki e Marukatsu Megadrive.
Toshio Toyota – programador
Toshio Yamamoto – Designer gráfico
Yoshinobu Hiraiwa – Compositor
Noriyuki Iwadare – Operador de som

ranger-x-mega-drive

Muitas pessoas estão falando da  qualidade imensa dos gráficos de Ex-Ramza. O que você acha disso?
Yamamoto: Nós fizemos este jogo sem tentar copiar nenhum jogo anterior – foi feito com muita intuição. Nós não queríamos ficar presos a um desejo de imitar os outros; nosso objetivo era fazer um jogo de alta qualidade para o Mega Drive. Eu acho que os comentários das pessoas a respeito da qualidade dos gráficos reflete esse esforço. Para ser honesto, nós não realmente pensamos tão profundamente nos gráficos. Mas por que colocamos tanta ênfase em criar um jogo muito polido no geral, os gráficos acabaram tendo muito brilho também.

Quais foram as coisas que foram focadas durante o desenvolvimento?
Yamamoto: Uma grande coisa é que nós não usamos um documento de planos para este jogo. Ao invés disso, fomos em frente e adicionamos coisas enquanto tínhamos a memória disponível.

rangerx01

Programador Toshio Toyota (esquerda) e designer gráfico Toshio Yamamoto (direita). No perfil do Toyota se lê: “Trabalhos prévios incluem Granada e outros. Hobbies são jogos, explosões, leitura, dormir e comer”. No perfil do Yamamoto se lê: “Nascido em 1971. Antes de fazer jogos, trabalhou como motorista de caminhão de meio-período. Hobbies incluem motocicletas e heavy metal”.

Para um jogo de ação com robô, a maneira em que o mech se move é bem diferente. Os movimentos são bem intrincados.
Toyota: Isso foi algo que quisemos fazer. No jogo de tiro em plano tradicional não há muita motivação para se ter animação complexa no personagem do jogar. Comparativamente, com robôs você tem muito mais possibilidades – só controlar eles e ver os diferentes movimentos é divertido, certo?

Sim, e os inimigos tem muitos toques legais também: eles olham pra cima, viram a cabeça na sua direção.
Yamamoto: Meu sentimento sobre “movimento” é que não deveria ser reduzido a padrões simples e repetidos. Devia ser mais complexo e reativo que isso. Nós trabalhamos duro para criar a maior quantidade de animações possível para eles.
Toyota: Nós não queríamos fazer inimigos que só existem para ser abatidos. Nós pensamos muito em como eles realmente se moveriam, e como podíamos expressas isso no jogo.

rangerx05

Um dos muitos feitos gráficos de Ranger X: o senso de profundidade nesse fundo em movimento.

Você tinha uma imagem em sua mente de como Ranger X iria parecer e jogar, antes do começo do desenvolvimento?
Toyota: Eu tenho pensado em um jogo de ação lateral com robô por um longo tempo. E é claro que imaginei sendo no Megadrive. Não havia nada que usei como exemplo, apesar de ter imitado outros de qualquer jeito. (risos) Nós só começamos com a questão, “o que faz um jogo divertido…?”… e o resultado foi Ranger X.

Seja pelos gráficos coloridos, ou movimento detalhado, tenho certeza que os usuários do Megadrive vão ficar maravilhados com quão longe vocês levaram o hardware.
Toyota: Nós criamos algumas ferramentas de software especializadas que nos permitiram
puxar as capacidades do Megadrive até o limite. Se você conhece os truques certos, é na verdade bem fácil aumentar as cores no Megadrive. O Megadrive tem um número de problemas, mas eu acho que é relativamente fácil de se trabalhar nele. O problema com as
cores no Megadrive não é tanto de números/quantitativo, é mais uma questão de sutileza da parte do designer.

Falando agora da a música, houve algo em particular que vocês prestaram atenção em sua criação?
Hiraiwa: Já que o Ranger X é um jogo de ação e tiro, como uma base eu queria algo excitante, sons vívidos. Para as composições, no geral eu diria que queríamos algo um pouco mais “sombrio”. Não apenas e simplesmente sombrio, entretanto; às vezes eu queria que fosse surreal, e às vezes energética. Isso combinou com minha imagem pessoal do jogo.

rangerx02

Yamamoto também fez as artes conceituais de mechs e personagems.

Você conseguiu ver o jogo durante o desenvolvimento?
Hiraiwa: É claro. Eu realmente gostei da paleta e das cores que eles usaram. Para mim, o tom das cores é o que mais reflete o tom da música. Neste caso, essas cores me levaram a escrever músicas com uma vibração de rock e rock progressivo.

Há 23 músicas em Ranger X. Isso é muito para um jogo de ação, não é?
Iwadare: Eu acho que é bem típico. Bem, talvez um pouco mais do que o normal.
Hiraiwa: Às vezes em músicas de jogos as canções em um jogo parecem todas iguais. Não
queríamos isso.

Como foram feitos os efeitos sonoros?
Iwadare: A primeira coisa que eu fiz foi gastar um bom tempo tentando criar uma porção de sons que fossem únicos – sons que não haviam sido ouvidos em outros jogos ainda. Para o som da guitarra, eu realmente fiz uma porção de remendos para variedade tonal.
Normalmente em um jogo de tiro, os efeitos sonoros são usados apenas para dar a você um senso de emoção com grandes explosões e coisas assim, mas em Ranger X, estão mais no mesmo patamar que a música em termos de importância. Eu realmente queria que as
pessoas os ouvissem em stereo.

Por favor dêem aos nossos leitores um comentáriof final.
Toyota: Os jogos saindo ultimamente não tem tido nenhuma novidade surpreendente, tem? Por que isso? É por que muitos produtores estão focando no “que vende”, e modelando seus jogos em tipos que venderam bem no passado. Me desculpe, eu não tenho interesse nisso: é por isso que nós enchemos Ex-Ranza com a maior quantidade de novas ideias que pudemos. Talvez não seja rentável. (risos) Mas eu vou te dizer, desse jeito é muito mais divertido.
Yamamoto: Eu primeiro me encontrei com o Toyota na Wolf Team. Eu também tenho
experiências com programação, mas ele é maravilhoso. Ele podia pegar imagens que eu desenhava e animá-las em dois segundos contados. Meu outro parceiro de gráficos também fez um trabalho incrível, então eu posso orgulhosamente dizer que o Ranger X é um jogo altamente polido.Quer você compre ele ou não, por favor apenas experimente!

Fonte: Shmuplations

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: