jump to navigation

Joystick do Mega Drive – uma análise 12 12America/Bahia agosto 12America/Bahia 2011

Posted by bluepasj in dym, GENESISTÓRIAS, INUTILIDADES, REVIEW.
trackback

O joystick do Mega Drive é, sempre foi, sempre será, na minha provavelmente certa opinião, um dos melhores joysticks de sempre. Mas lembrando que esse tão querido videogame teve dois controles diferentes. O primeiro foi o de 3 botões e depois corrigiram com o de 6. Vamos falar deles em separado?

Controle de 3 botões

Perfeito... nos 8bits

Na época de 8 bits, com a simplicidade dos games, não se precisava de muitas teclas para nada. Mas obviamente na era seguinte os jogos iriam ficar mais complicados. Só que como o MD foi o primeiro console 16-bits, teve que vir com tudo e a Sega acabou deixando o joystick só com três teclas de ação, mais star e a tecla direcional. Logo (principalmente com o advento dos jogos de luta) se tornou muito pouco. Mas o joystick de 3 teclas é um bom controle, só não é bom para jogos de luta. Em, Street Fighter 2, por exemplo, você tem que apertar Start pra trocar entre soco e chute. Um saco! O tamanho dele também é grande, enorme, o que gera algum desconforto. Além disso, em alguns deles, na tecla D (direcional) tem umas setinhas em alto relevo que machucam o dedo. Mas não só de erros viveu esse primeiro joystick. Dois acertos gigantescos foram feitos: a tecla direcional redonda de 8 direções acessíveis, que faz com que controlar o personagem se torne beeeeem mais suave, na verdade é a melhor tecla D que eu já vi. E o outro acerto foi o formato de feijão ou bumerangue, que é bem ergonômico e encaixa na mão (formato esse aperfeiçoado pelo Playstation). Outro detalhe que vale mencionar é que as teclas são nomeadas numa muito sensata ordem alfabética crescente (ABC). E… a cor preta suja menos.

Controle de 6 botões

Tecla D = perfeição!

Uma grande evolução. Mantém todas as grandes características do 3-botões e evolui sua fraqueza, adicionando mais três teclas (XYZ). Tem versões com e sem as infames setinhas em alto-relevo na tecla D. Como o controle é bem menor que o anterior, é mais fraco também. Apesar de que os originais que vem no console são muito bons, ainda assim são mais fracos que os de 3 botões. O maior problema disso é a fragilidade da tecla D. Por ser inteiriça, não tem muito que segure ela de ser forçada a girar. O que faz com que a travinha bem fraquinha, que impede que ela gire, se quebre. O que, aliás, inutiliza essa tecla. Ter a melhor tecla direcional de todos os tempos não veio sem um preço, como se pode notar. Felizmente, o preço de um joystick de 6 botões pirata é bem baratinho.

Na questão da concorrência, eu creio que a tecla D E o formato são sem igual na época. A fragilidade é, realmente maior do que os joysticks da concorrência, embora os de Snes endureçam facilmente (ouvi dizer que limpando ficam como novos de novo).

Além disso, destaca-se o fato de que não tem teclas de ombro. Isso, a meu ver, não é bom nem ruim. Como opinião PURAMENTE pessoal, eu não gosto de teclas de ombro em controles finos, porque fica desconfortável pra se apertar ela. Acho que elas funcionaram no joystick do PSX porque são duas de cada lado, ou seja, ele é grosso, o que te dá mais onde se segurar pra apertar as teclas de ombro.

Resumindo, os joysticks são mais uma das grandes características do MD. Muito bem feitos (os de 6 botões – os definitivos), são uma ótima exaltação da jogabilidade calibrada do Meguinha, proporcionada pelo processador mais veloz.


Update. Um colega meu me revelou outro detalhe interessante, que revela o esmero da Sega no joystick do MD. Há uma proteção que impede a borracha da tecla D de ser amassada e estragar. Mais um ponto a favor de ser a melhor tecla D já feita.

P.S.: Teoria: Eu acho que o analógico é uma evolução natural da tecla D do Mega Drive, sabe? Tipo, coincidentemente foi feito assim, mas eu acho que se fossem pensar numa evolução natural da tecla D do Meguinha iria ser o analógico. Mas eu ainda prefiro o direcional do Mega do que analógico (aliás eu nem gosto de analógico e me irrita o fato de a maioria dos jogos atuais te obrigar a jogar com ele).

Anúncios

Comentários»

1. bluepasj - 12 12America/Bahia agosto 12America/Bahia 2011

Aaaahhhh! Não sei porquê, mas fazendo esse post me bateu uma nostalgia!

Curtir

J.F. Souza - 16 16America/Bahia agosto 16America/Bahia 2011

Normal… Isso é que é bom.

Curtir

2. Wirley - 14 14America/Bahia agosto 14America/Bahia 2011

E é o melhor joystick que já tive o prazer de pegar (sendo seguido pelo de Dreamcast, e em terceiro lugar o de Playstation).

Curtir

3. J.F. Souza - 16 16America/Bahia agosto 16America/Bahia 2011

Em relação a jogos de Luta, eu prefiro o Controle do SNES mesmo eu sendo Seguista de carteirinha. Mas pros demais retrô games, eu prefiro o do Mega Drive mesmo. Quando eu tinha o Mega, comprei esse controle de 6 botões e me amarrei muito nele. Sinto falta dessa época em que eu jogava nos bons e velhos consoles de vídeo game.

Curtir

bluepasj - 16 16America/Bahia agosto 16America/Bahia 2011

Sério?! Porque eu acho o controle do Mega perfeito pra jogos de luta, porque a tecla D facilita as meia-luas e as teclas todas juntas é bem igual ao fliperama.

Curtir

4. PGC - 14 14America/Bahia dezembro 14America/Bahia 2012

Seu Blog ta ficando Facil no Google Paulo, vira e mexe venho parar aqui hsuashausahu.

Mais um belo post que ainda não tinha visto.

Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: