jump to navigation

Empresas e seus Jogos 28 de maio de 2011

Posted by bluepasj in INUTILIDADES, LISTAS.
Tags: , , , , , , , , ,
trackback

Capcom: A Capcom meio que tinha um acordo com a Nintendo. Mas usou de vários meios pra burlar esse acordo. Por exemplo, sendo a Sega a adaptar alguns games para o MD. Para o Meguinha a Capcom lançou dois games de sua mais aclamada série no momento, Street Fighter 2. Também teve o ótimo jogo de guerra Mercs, que ficou só no Mega mesmo e era uma adaptação de arcade. E teve o Mega Man Willy Wars, remake dos Megaman de Nes.

Konami: Sempre foi uma das melhores no que faz. O mega recebeu dela Contra- Hard Corps, uma versão de Contra que tem muitas coisas que nenhuma outra tem. O mascote Sparkster –Rocket Knight Adventures, em sua melhor forma. As tartarugas ninjas, com um jogo de luta e um beat’em up. Castlevania –Bloodlines, outro jogo que tem muitas coisas que nenhum outro na série teve, como menos censura, por exemplo. E International Superstar Soccer Deluxe, de futebol.

 

Treasure: A Treasure foi a que mais se aproveitou das qualidade do console. Teve o inacreditável Gunstar Heroes. O McDonald’s Treasure Land Adventure, um jogo de aventura platformer com Ronald McDonald. Teve o mascote Dynamitte Headdy, bastante impressionante. Light Crusader, um RPG/Ação com gráficos medianos e todo o resto acima da média. E YuYu Hakusho Maykyo Toitsusen, que foi um jogo de luta excepcional. E o Alien Soldier, um jogo de tiro dificílimo e tão frenético quanto Gunstar.

Sega: A própria Sega foi uma das empresas que mais investiu no Mega (claro). E pode-se dar mérito a ela por ser uma das principais mantenedoras do seu videogame. Só a série Sonic já faz dela o grande trunfo da caixa-preta de 16-bit. Outras franquias foram Shinobi, Golden Axe e Streets of Rage. Esses 4 games podem ser considerados o quarteto de ouro do Mega. A Sega ainda lançou o irreverente Toejam e Earl (outro jogo engraçadinho, que ficou só no Japão, foi Rent-a-Hero). Comix Zone, Vectorman, Eternal Champions… . Ela fazia todo tipo de jogos muito bem. De corrida teve Super Monaco GP. De RPG teve Phantasy Star e Shining Force. Foi a Sega quem adaptou o pato Donald e fez um dos melhores jogos que ele já teve, Quackshot, assim como a série Illusion, do Mickey. Ristar e Ecco são só dois outros personages fantásticos criados pela Sega.

Disney: Criados ou não pela poderosa dos desenhos, os personagens Disney marcaram presença aqui. Não só tivemos Quackshot, World of Illusion e Castle of Illusion, como muito mais. Teve Beauty and the Beast (A Bela e a Fera, duas versões, uma da bela (Belle’s Quest) e da fera (Roar of the Beast)), Pinocchio, Pocahontas… e esses são os mais desconhecidos. Teve Lion King, um múltiplataforma muito bom. E o ótimo Donald Duck in Maui Mallard. O também ótimo Mickeymania. E Aladdin, que foi aclamadíssimo à época. The Jungle Book (O Livro da Selva) também ficou ótimo como jogo.

EA: A Electronic Arts foi, junto com a Sega, um dos mais importantes motivos para o sucesso do console. Com seus jogos de esportes, tão valorizados nos EUA. E também, os temas fora-da-lei e levemente imorais… . Podemos nos lembrar de Skitchin e Road Rash como seus maiores. Teve também a série Mutant League, com dois jogos: um de hockey e um de football. E o não-tão-bom-assim mascote James Pond. Além de BOB, outro mascot. Teve ainda a série de futebol Fifa Soccer.

Namco: Não fazia muitos jogos àquela época. Dela temos Splatterhouse. E Weaponlord, de luta. E um Pac-Man.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: